Ecos de Imprensa
Mais de mil docentes participaram ontem, dia 12 de Janeiro de 2009, nos Plenários Sindicais realizados pelo Sindicato dos Professores da Região Açores, em Ponta Delgada e em Angra do Heroísmo, numa demonstração clara de que querem intervir, activamente, neste processo de revisão do Estatuto da Carreira Docente e de que querem ver satisfeitas as suas principais reivindicações relativamente ao processo de avaliação do desempenho, aos direitos de protecção na doença, aos horários e condições de trabalho, à estrutura e duração da carreira, além de muitos outros aspectos que constam do Parecer do SPRA, aprovado por unanimidade e aclamação.
Caso não sejam satisfeitas as reivindicações mais contestadas pelos docentes, foi peremptória a sua vontade e disponibilidade para desenvolverem diversas formas de luta, incluindo o recurso a greves regionais. O pré-aviso da greve do próximo dia 19 é extensivo às Regiões Autónomas podendo todos os docentes aderir se assim o desejarem.
No Plenário realizado em S. Miguel, foi, ainda, aprovada uma Moção que defende que o novo modelo de avaliação do desempenho docente, a instituir em sede legislativa pela alteração do Estatuto da Carreira Docente na Região Autónoma dos Açores, tenha início no ano lectivo 2009/2010 e que a avaliação este ano seja efectuada nos termos do Decreto Regulamentar nº 11/98, de 15 de Maio, aplicado à RAA pelo Decreto Regulamentar Regional nº 1/99/A, de 3 de Fevereiro.
Hoje, realizam-se mais dois Plenários Sindicais, promovidos pelo SPRA, em S. Jorge e na Graciosa.

Os Professores e Educadores não abdicam de dar o seu contributo para que o SPRA cumpra, legitimamente, o direito à negociação colectiva, pela defesa da Escola Pública e da classe que representa.