Tomando em consideração as declarações de voto dos deputados João Bernardo, Júlia Caré, Odete João e Teresa Portugal, do Grupo Parlamentar do PS na Assembleia da República, aquando da apreciação parlamentar do Estatuto da Carreira Docente, em 19/03/07, podemos concluir que o processo negocial SPRA/SREC só pelo facto de salvaguardar a carreira única, a inexistência de quotas e de vagas, possibilitando a todos o acesso ao topo da carreira, em função do mérito individual, já valeu a pena.

  
Ler ecos da Comunicação Social