Nos dias 4 e 5 de Dezembro p.p., na sede da Área Sindical de S. Miguel, ocorreu mais uma reunião da direcção do SPRA, no âmbito da qual assumiu relevo não despiciendo a reflexão suscitada pela leitura da última versão da proposta de ECD regional apresentada pelo SREC.
 
Não obstante o facto de esse projecto de diploma prefigurar a manutenção de alguns dos traços individualizadores da matriz identitária da profissão, distanciando-se, assim, do ECD nacional, a proposta da tutela não deixa, contudo,  de concretizar um ataque aos mais legítimos direitos da  classe docente.
 
Consciente de que às estruturas sindicais incumbe a tarefa de desencadear os processos passíveis de garantir a dignificação das classes que representam, a Direcção do SPRA debateu as questões mais controversas do referido documento, empenhando-se na construção de uma alternativa passível de corresponder às mais justas aspirações dos docentes.