No âmbito do Ciclo de Conferências que a FENPROF realizou em todas as regiões do país, no dia 06 de junho, no auditório do Hotel VIP Executive, pelas 10 horas, foi discutido o tema: “Currículo escolar – uma questão essencialmente política?”. Os oradores foram a Prof. Doutora Margarida da Silva Damião Serpa e o Prof. Doutor Francisco José Rodrigues de Sousa, ambos da Universidade dos Açores, Departamento de Ciências da Educação, respetivamente,  dos pólos de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo, e Mário Nogueira, Secretário-Geral da FENPROF, tendo sido moderador o Prof. Doutor Carlos Alberto Gomes Ribeiro, do Departamento de Biologia da Universidade dos Açores, e dirigente do Sindicato dos Professores da Região Açores.

 

O Ciclo de Conferências FENPROF 2015, que teve início no dia 11 de abril, em Évora, e que  terminou com esta conferência, a 6 de junho, em Ponta Delgada, tem como objetivofazer um ponto de situação sobre o preocupante estado em que o atual governo da República e o Ministério de Nuno Crato, prestes a concluírem um mandato muito negativo, deixam a Educação. Através das oito conferências, pretende-se ainda avaliar as políticas para a Educação desenvolvidas ao longo da Legislatura, construir propostas que serão apresentadas aos partidos políticos que se irão candidatar às próximas eleições legislativas e apresentar aos partidos políticos com representação parlamentar um conjunto de questões, cujas respostas serão divulgadas junto dos professores, em número especial da revista da FENPROF, a publicar no início de setembro.

 

Os temas escolhidos para o Ciclo de Conferências FENPROF são estruturantes, logo fundamentais à defesa da Escola Pública e da Profissão de Professor: autoridade profissional docente, autonomia e gestão das escolas, descentralização do sistema educativo (em confronto com municipalização), currículo escolar, inclusão, ensino superior e ciência e o papel das autonomias regionais na definição das políticas educativas.

 

Numa altura em que tanto se discutem as metas curriculares e a necessidade de se repensar o currículo escolar, o SPRA/FENPROF proporcionaram, através desta Conferência, que contou com  especialistas sobre o tema, mais um momento importante de reflexão sobre esta matérias.

 

Considerando que Mário Nogueira, Secretário Geral da FENPROF, esteve presente nesta conferência, o SPRA aproveitou para fazer a apresentação do seu livro, recentemente lançado, intitulado O Futuro da Escola Pública, com fins solidários, uma vez que as suas receitas serão canalizadas para a construção de Escolas na Faixa de Gaza.

 

 

A  FENPROF e o SPRA agradecem a todos/as os/as que estiveram presentes.

 

 

                                                                               O Secretariado Nacional