Hoje, dia 30 de Dezembro, foi publicado o Despacho n.º 15747 – A/2014, que aprova o exame de Inglês (Preliminary English Test (PET) de Cambridge English Language Assessment) da Universidade de Cambridge, com caráter obrigatório, para os alunos do 9.º ano do Ensino Básico, de todo o território nacional, do ensino público e privado.

 

            À semelhança do ano letivo passado, o Sindicato dos Professores da Região Açores denuncia esta parceria público-privada entre o Ministério da Educação e a Universidade de Cambridge, que parece ter apenas o objetivo de financiar esta instituição internacional com dinheiros públicos e com dinheiro de uma classe média portuguesa cada vez mais depauperada.

 

            Este negócio, como se pôde verificar no ano letivo transato, representa um volume na ordem dos vários milhões de euros e tem como parceiros institucionais duas empresas na área dos serviços informáticos, o Banco Português de Investimentos e a Fundação Byssaia Barreto.

 

Situações com estes contornos merecem uma rejeição inequívoca por parte do Sindicato dos Professores da Região Açores.

 

                                                                        A Direção