A Coordenação Nacional do 1º Ciclo do Ensino Básico, da FENPROF esteve reunida com o Presidente do Conselho Nacional de Educação, Professor David Justino (foto em baixo à esquerda) e com a Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República. Ambas as reuniões tiveram lugar na passada terça-feira, 28 de outubro.

 

Nestes encontros, a FENPROF teve a oportunidade de apresentar as principais preocupações do setor, nomeadamente ao nível dos horários de trabalho, do elevado número de alunos por turma, do regime de docência, da gestão das escolas e do regime de aposentação.

 

Foram entregues dois documentos aprovados na 4ª Conferência Nacional do 1º CEB: Resolução e Caderno Reivindicativo. Estes documentos sintetizam as posições da FENPROF sobre um conjunto alargado de matérias que consideramos fundamentais neste setor de ensino. A FENPROF apresentou ainda, com dados recolhidos junto das escolas, a situação concreta vivida por milhares de crianças e jovens e seus docentes, agravada, no início deste ano letivo, pelo caos provocado pelo ministério de Nuno Crato com o processo de colocação dos professores.

 

O Presidente do CNE manifestou preocupação e interesse pelas questões colocadas, tendo-se comprometido a promover um debate no CNE sobre a organização e funcionamento do 1º Ciclo atualmente.

 

Na Comissão de Educação e Ciência, foram apresentadas as mesmas preocupações, com objetivo de alertar os grupos parlamentares para a desorganização e a ausência de um projeto para o 1º ciclo de ensino. Para além das questões referidas anteriormente foram ainda referidas: a falta de condições para a realização de exames neste ano letivo, a ausência de técnicos e assistentes operacionais, o funcionamento das AEC e a colocação de professores.

 

A FENPROF mantém a exigência de uma debate alargado, de modo a encontrar soluções e garantir que se operem mudanças necessárias, no sentido de defender um dos pilares fundamentais da democracia: “ Uma escola pública de qualidade para todos!

 

O Secretariado Nacional da FENPROF
28/10/2014 

 

 (mais informação em http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=327&doc=9019 )

 

 


 

 

Nota anterior:

 

A situação que hoje se vive no 1º Ciclo do Ensino Básico é preocupante, notando-se uma verdadeira desorganização no que concerne ao regime de docência, à organização dos tempos letivos, à articulação com as designadas AEC, a que acrescem outras dificuldades, tais como o cego encerramento de escolas, a insuficiência da resposta promotora da inclusão, a escassez de pessoal auxiliar ou mesmo a dificuldade de articulação, no contexto de agrupamento, com outros níveis de educação e ensino.

 

Para expor estas e outras preocupações e procurar soluções para os problemas que afetam este nível de ensino, a FENPROF reuniu esta terça-feira, dia 28 de outubro, com o CNE (Conselho Nacional da Educação), ao fim da manhã,  e com a Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia da República, à tarde.