O Sindicato dos Professores da Região Açores manifesta a sua solidariedade para com os Bolseiros Investigadores da Universidade dos Açores.

Durante longos anos, a prática era o pagamento das bolsas contratualizadas com os investigadores e o pagamento das propinas dos Bolseiros à Universidade dos Açores. Este sindicato considera inaceitável que o Governo Regional rompa, com base em subterfúgios legais, com essa prática, uma vez que decidiu, este ano, deixar de pagar as referidas propinas, o que significa não só a quebra de uma prática recorrente e adequada, como a redução expressiva (18% a menos) do valor da bolsa que os bolseiros tinham a expectativa de receber.

Numa época em que a estratégia do Governo da República se concentra na destruição da Escola Pública, também no Ensino Superior, o Governo Regional deveria dar o sinal contrário e manter o procedimento dos anos anteriores, de forma a que os bolseiros não tenham a sua bolsa significativamente depreciada, não comprometendo, assim, a continuidade da sua investigação, e a Universidade dos Açores aceda às verbas (propinas) a que legitimamente tem direito.

A Direcção