Na reunião da comissão negociadora da FENPROF com a equipa negociadora do ME, realizada ontem, dia 23, no âmbito da nova proposta de avaliação do desempenho docente, o SPRA, através do seu Presidente, António Lucas, questionou o Senhor Director Geral de Recursos Humanos da Educação sobre os requerimentos dos professores e educadores dos quadros dos Açores que ficaram, ilegalmente, impossibilitados de concorrer a Destacamento por Condições Específicas, tendo este referido que será dado conhecimento aos requerentes do resultado do seu requerimento no final do corrente mês.

 

O ME assumiu que as colocações dos docentes candidatos a DCE e à contratação serão efectuadas no dia 31 de Agosto. Confrontado com o facto de estes docentes terem de se apresentar nas escolas no dia seguinte (1 de Setembro), o Ministério garantiu que será elaborada uma norma específica permitindo que tal possa ter lugar num período de 72 horas (3 dias).

 

O SPRA não perde nenhuma oportunidade de envidar todos os esforços no sentido de ver esta enorme injustiça ultrapassada.