No próximo dia 18, pelas 17 horas, o SPRA, no âmbito da FENPROF, irá reunir com o actual Ministro da Educação. Nesta reunião, serão colocadas as questões da mobilidade docente no território nacional, nomeadamente a impossibilidade de realização do concurso anual a destacamento por condições especificas a que estão sujeitos os docentes das regiões autónomas e a discriminação de que são alvo os professores contratados a exercer funções nos Açores e na Madeira, relativamente à avaliação do desempenho, para efeitos da sua graduação profissional em concurso.

O SPRA será intransigente relativamente à discriminação e incumprimento da Lei por parte do ME!