Após a publicitação das vagas para o Concurso de Pessoal Docente na Região Autónoma dos Açores, o Sindicato dos Professores da Região Açores manifesta o seu desacordo pela manutenção, por parte da SREF, de uma política de promoção da precariedade constatada pelo número de vagas agora apresentadas a concurso. Embora, na Região tenha diminuído, ligeiramente, o número total de alunos, foram postos, no final de Agosto, mais de oito centenas e meia de horários para contratação, tendência já manifestada em anos anteriores. Tendo inúmeros docentes se aposentado durante o ano lectivo 08/09 e outros sido colocados no continente no concurso do ano passado, apenas se pode explicar o reduzido número de vagas a concurso pela opção política da manutenção de inúmeros docentes em situação laboral precária.
 

       A Direcção